Amigos do Rogers

9 de fevereiro de 2014

Cacarejos

É interessante ouvir o intelectual pretensioso cacarejar: aquele que, quando lê alguns livrinhos, estuda um pouquinho sobre análise de discurso e falácia, acha que tudo é falácia e, com isso, se isenta de participar ativamente da política, da vida, das ações do dia a dia, da melhoria do seu país, etc. A meu ver, é o pior tipo de gente: está afogado no seu cinismo, não contribui em nada e em qualquer discussão chega com seu conhecimento ralo e sua postura vaga, não posicionando sobre nada vezes nada vezes nada. A luta de classes, o capitalismo, o socialismo, o feminismo, o machismo, a vida, a morte, a bunda da Tiazinha - tudo é discurso. Esquece que o seu discurso sobre o discurso alheio também é discurso. Inclusive, sua postura em não se posicionar é discurso. E, acredite, é o pior discurso que existe.